domingo, 30 de dezembro de 2007

Darren Aronofsky

(Nova York, 12 de Fevereiro de 1969)

Após concluir o Ensino Médio, foi para a Universidade de Harvard estudar cinema, interpretação e animação. Em fevereiro de 1996 começou a criar o conceito de seu primeiro filme π (ou Pi), lançado em 1998. Com ele, ganhou o prêmio de melhor diretor do Festival Sundance de Cinema, o que lhe gabaritou para dirigir um projeto maior. Por um tempo o seu nome esteve ligado a adaptação de uma Graphic novel de Frank Miller, chamada Ronin, mas o projeto acabou não vingando. Depois disso, dirigiu o bem recebido pela crítica, Réquiem Para um Sonho (Requiem for a Dream) em 2000, estrelado por Jared Leto, Ellen Burstyn, Jennifer Connelly e Marlon Wayans. A trama, adaptada de uma obra homônima escrita por Hubert Selby Jr., foi fundo na questão das drogas, ilícitas ou não. Por esse filme, Ellen Burstyn obteve uma indicação ao Oscar na categoria de melhor atriz coadjuvante.
A marca registrada de Aronofsky é uma técnica conhecida como hip hop montage. Essa técnica mostra imagens ou ações mais com velocidade aumentada, acompanhada de efeitos sonoros, tentando simular alguma ação.

Filmografia:

2006 - Fonte da Vida (The Fountain)
2000 - Réquiem Para um Sonho (Requiem For a Dream)
1998 - π
1993 - Protozoa (filme estudantil - nunca distribuído)
1990 - Supermarket Sweep (filme estudantil - nunca distribuído)

Premiações:

  • Recebeu 1 nomeação ao Independent Spirit Awards de Melhor Realizador, por "Requiem For a Dream" (2000).
  • Recebeu 1 nomeação ao Independent Spirit Awards de Melhor Filme de Estreia, por "Pi" (1998).
  • Ganhou o Independent Spirit Awards de Melhor Argumento de Estreia, por "Pi" (1998).
  • Ganhou o prémio de Melhor Realizador no Sundance Film Festival, por "Pi" (1998).

Receio ser este o diretor contemporâneo que mais tenho prazer em assistir.

Um comentário:

Ju disse...

Pedro,
coloca o link pra o filme "marcha dos pinguins"!
Ele é lindo e queria gravar (depois vc me ensina como gravar e tudo mais!)

Juliana